TOP MARCADORES MILSIM 2010

NOTAS PRÉVIAS:

1. decidi apenas avaliar marcadores à venda, e disponíveis no mercado em 2010 (não fiz comparações históricas, ou avaliei artigos discontinuados com a  SP-8).
2.  se o marcador tem mais do que uma versão (ex. T9 Elite, Ranger…) usei o mais popular entre a comunidade do PB
3. removi marcadores de entrada, como o Bravo One ou o Sierra.
4. remove marcadores de re-design como a BT-4, ou Valken SW-1.
5. usei uma grelha de cinco items (inovação, milsim look, capacidade de mod, preço/produto e performance), atribuí notas de 1/5 que é uma escala mais curta, mas também mais equilibrada, por isso é que só a partir do 9º ano é que há a escala 1/20.
6. as minhas opiniões foram baseadas na posse individual de 4 (TM7, M-Tac, T9, Milsig), na experiência de uso de 3 (TM15, Phenom, A5) e leituras, vídeos e traça de opiniões com outros jogadores em 2 (ATS, T4).

Aqui vai

Nº6 (ex-aequo)


A T4 tem baixa pontuação na inovação pois não apresenta nada de “realmente novo”, e é também castigada pelo seu baixo preço.
O aspect milsim e a sua performance salvam a T4 da desgraça.


O preço proibitivo, e o corpo integral em alumínio que é óptimo para performance, mas dificulta qualquer mod, mandam para baixo este marcador de altas performances. Dei boa nota à inovação, porque o prophecy engine, é um avanço enorme que faz com que a M-Tac não tenha rival no baixo consumo de ar.

Nº 5 (ex-aequo)


A TM-7 pontua bem em inovação, uma vez que foi a primeira grande opção em electro milsim, especialmente num comparativo onde a SP já está fora. Para além disto a 7 tem um aspecto com verdadeiro “sex appeal”, a um preço verdadeiramente democrático.
Umas cascas em plastico de desenho muito definitive, quase impossível para mod, e os conhecidos problemas iniciais com solenoids, botões e boards, atiram a TM para uma classificação que poderia ser bem melhor.


A T9 pontua bem em inovação (magazines revolucionários, receiver e bolt sem comparação com nada antes visto, e a capacidade de se desmanchar até se tornar numa pistola); além disso tem um aspecto credível como milsim, e uma performance satisfatória.
A T9 é penalizada pelo preço, sobretudo na versão Elite, e as capacidades de mod ficam comprometidas, pela especificidade do encaixe do cano, ou mesmo do stock.

Nº 4 (ex-aequo)


A TM15 tem um aspect tão bom, que a BT não se livra de nova batalha judicial com a H&K, vale cada euro que custa, e aparentemente os problemas da sua irmã 7 estão resolvidos.
Ainda assim, não vai mais longe porque em inovação não trouxe nada de novo para além de cascas, e a capacidade de mod é apenas média.

A A5 não representa hoje qualquer inovação, nem faz com que olhem para ti no campo, pois o seu milsim appeal é mesmo muito baixo.
No entanto tem uma performance à prova de bala, um preço excelente, e quanto ao mod…bem não há nada que a A5 já não tenha sido, de um FN FAL a uma AK-47…é um verdadeiro camaleão.

Nº 3

A única verdadeira inovação que a Paradigm trouxe foi o air-in stock, uma vez que canos estriados já havia os Hammerhead.
No entanto tem um aspecto brutal, um toque metálico e autêntico, um preço possível, é magfeed, e aceita a quase infinidade de peças e mods usados na A5. É a minha medalha de Bronze!

Nº 2


A Phenom é provavelmente a melhor compra no actual Mercado milsim ( e se os kits da Tacamo funcionarem, então vai ser o fim do mundo). O desenho de back-valve foi uma boa inovação, e a possibilidade de tiro mesmo sem baterias é óptimo. A Phenom benefecia ainda de todos os add-on que fora desenvolvidos para a X7, dando muitas possibilidades de mod.
A performance só não é 5 estrelas porque a Tippman insiste no seu sistema de alimentação de moinho, que para além de consumir ar, partir pás, dificultar a limpeza das bolas partidas…não é 100% fiável.
Ainda assim, merece claramente a medalha de Prata!

Nº 1

Porque é que este marcador é quase um desconhecido? Não sei…mas provavelmente porque é feito por uma pequena empresa “Get Real Paintball”, que ainda hoje não tem uma rede comercial, tornando virtualmente impossível comprar uma coisa destas na Europa, ou mesmo no Canadá. E então assistência é um inferno, só resta mesmo falar com o Gumby, uma figura que costuma passear por alguns fóruns.
Então porque merece o primeiro lugar?
Inovação – 5 estrelas – mags de 25 bolas, capacidade de full-auto sem usar baterias, um desenho mecânico que é uma preciosidade.
Milsim look – 5 estrelas – parece-se com uma M-4, tem o toque de uma M-4, tem o som de uma real weapon, e até tem coice a disparar….uma preciosidade.
Capacidade de mod – 5 estrelas – esta coisa aceita peças reais da AR-M4…incrível!
Preço – 2 estrelas – o marcador não é muito caro, mas o pacote necessário para jogar, considerando que os mags são caros, e que precisamos de alguns spares, penalizam muito.
Performace – 4 estrelas – frequntemente apelidade de o marcador mais certeiro do mundo, tem especificidades únicas como o unisizer no cano, uma peça que elimina a necessidade de inserts, e aumenta a tolerância a qualquer tipo de bola. Os mags indexam muito bem, e o marcador é muito preciso a funcionar.
AQUI ESTÁ A MEDALHA DE OURO!

Divirtam-se
Espero que gostem…

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: